Conheça o método “Necessidade versus Desejo”

Muitas vezes já sabemos que devemos distinguir o que é uma compra necessária de uma compra desejada. Mas entender se estamos identificando certo é um desafio. Conheça este método que vai facilitar este trabalho.

Índice
Método Necessidade versus Desejo
Conselho para usar o Método Necessidade versus desejo
Bônus – vamos mais longe

Por aqui, no nosso site e em diversos lugares, quando falamos de consumo e educação financeira invariavelmente falamos da importância de distinguir necessidade do desejo.

Já fizemos vocês se questionarem se compram desejo ou necessidade.

Já demonstramos que somos tão endividados porque viramos em uma sociedade pautada no desejo.

Já demos dicas de separar o que é necessidade do desejo para sair de crise financeira.

Também mostramos que distinguir necessidade de desejo faz parte do Planejamento Financeiro

Também já explicamos especificamente o que é necessidade, e o que é desejo.

Mas, atualmente, é muito difícil conseguir distinguir, na prática, o que é um, o que é outro.

Somos tão bombardeados para consumir, e de todos os lados, que perdemos a noção do que é importante, do que é necessário nas nossas vidas.

Como tantas informações, da mídia, das propagandas, da família, amigos, no trabalho, na escola perdemos o feeling para separar o que precisamos daquilo que queremos.

De um supérfluo ou luxo de algo essencial.

Existe um método ou também podemos falar dinâmica que vai ajudar muito para que você recupere este feeling e consiga identificar se você está diante de uma necessidade ou desejo.

Se aquilo que você quer comprar é algo que você precisa de fato ou é um querer escondido de necessidade.

Lembrando que é muito importante a gente saber diferenciar, porque é uma das melhores formas de manter o orçamento controlado, não cair no consumismo, não desperdiçar dinheiro, comprar e consumir somente o que realmente é importante para sobrar dinheiro e fazer coisas boas que tragam mais resultado para a sua vida – e de todo mundo. É usar o dinheiro para comprar desejos com inteligência que realmente valem a pena.


Método Necessidade versus Desejo

Devemos sempre ter em mente que desejo é algo que está dentro de nós, é subjetivo, é inconsciente e jamais poderá ser plenamente satisfeito, não tem fim.

O desejo alimenta nosso ego, nossa autoestima, nosso amor próprio, é o que nos faz mover para frente, nos faz ir atrás de conquistas.

Por isso somos tão facilmente influenciados a comprar desejos.

Assim precisamos ter “uma conversa franca conosco mesmo” para reconhecer um desejo.

É a hora do autoconhecimento. É através dele que vamos encontrar o caminho para separar o essencial do supérfluo.

É como separar a emoção (desejo) da razão (necessidade).

Compreendendo isto já é um grande passo.

Este método, que também podemos chamar de dinâmica, consiste em se fazer 6 perguntas e esperar 3 dias para só então sair comprando.

baixe aqui: Método Necessidade versus desejo

Preciso?

Eu preciso realmente deste produto, deste serviço, desta marca ou modelo?

Quantas x?

Quantas vezes ele será usado? Por quanto tempo ele será útil?

Melhorar?

O que esta compra vai melhorar a minha vida? Quais benefícios ela vai me trazer? O que vai facilitar? Vai trazer qual melhoria?

Ficar sem?

O que vai acontecer se eu ficar sem o produto ou serviço, ou se comprar outro modelo ou marca? A ausência vai trazer desconforto até que ponto?

Sentimento?

O que eu estou sentindo? Quais são os sentimentos que estão atrelado a este consumo?

Quente ou frio?

Estou sob efeito do quente ou do frio? Estou agindo pela razão ou emoção? Qual emoção está por trás desta compra? Existe uma ansiedade, uma busca da felicidade, “eu mereço” ou alívio do stress por exemplo.

3 dias

Espere 3 dias, responda novamente, e só então vá lá e compre.

É o tempo (normalmente) suficiente para as emoções se acomodarem.


Conselho para usar o Método Necessidade versus desejo

Fator tempo: Quando você sabe que não tem esses 3 dias de tempo, por exemplo quando se está em outra cidade, visitando uma loja que fica longe de casa, uma feira ou exposição e sabe que não haverá volta. Para essas situações, dê uma volta, saia do local, troque de ambiente, tome um café, sorvete, ou uma água. Pense nas respostas, se estiver acompanhado fale essas resposta para a sua companhia. Procure deixar a decisão para o fim da visita ou passeio.

Ao responder, cuidado como o viés da confirmação – encontrar somente as respostas que me interessam e ignorar outras variantes. O ponto cego também faz prejulgamentos.

O leite derramado e o que ainda vai derramar: Falácia dos custos irrecuperáveis, ilusão de controle. Os vieses do consumidor IV

Também preste atenção se estamos sob efeito da manada e por isso achamos que é um consumo indispensável.

A heurística do afeto, viés da escassez, efeito do preço zero e lacunas da empatia também são capazes de enganar a nossas respostas.

Vale também a pena conhecer os outros vieses que fazem a gente agir sob “engano” do nosso próprio cérebro:  O leite derramado e o que ainda vai derramar: Falácia dos custos irrecuperáveis, ilusão de controle. Os vieses do consumidor IV

Aprenda a ser um Consumidor Consciente. Este consumidor sabe naturalmente identificar um desejo. E vai saber fazer a melhor escolha de consumo.

Outra foram de evitar a compra de desejos: Hierarquia das necessidades do Consumidor Consciente

Tenha sempre em mente que somos influenciáveis e que desejos são bons, mas eles só podem ser usados quando existe um dinheiro separado para este tipo de gasto. Por isso olho redobrado.


Bônus – vamos mais longe

Procure usar este exercício também em outras situações. Na hora de fazer uma limpeza e desapego por exemplo.

É um ótimo exercício para treinar o autoconhecimento. Que é inclusive uma soft skill muito requisitado no ambiente de trabalho.

Faça também esta dinâmica: Trabalhando prioridades, em casa, com amigos ou sozinha(o). É super bacana e vai fazer você entender que as necessidades mudam conforme a situação e o momento.

Dinâmica em grupo: Prioridade – desejo x necessidade

Veja aqui nossa lista de sugestões especial para você:

Estilos lesivos de lidar com o dinheiro: Pressão família, sociedade, marketing

Precisamos falar sobre consumo. Ensinando e Aprendendo EF

Como se adequar as novas mudanças e se tornar um consumidor consciente. O futuro do consumo V.

Crédito: O que é a Troca Intertemporal

Você precisa esconder de si mesmo o dinheiro reservado para a sua aposentadoria?

Crédito consignado vale a pena? Dúvidas do divã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s