Estilos lesivos de lidar com o dinheiro – Não fazer planejamento nem pensar a longo prazo

Não estamos acostumados a fazer planejamentos e pensar a longo prazo, afinal sempre vivemos em um ambiente cheio de incertezas e muitas reviravoltas. Porém é possível sim planejar, a questão é saber como fazer neste cenário.

Não fazer planejamento nem pensar a longo prazo

Vamos ser sinceros. Levante a mão quem faz algum tipo de Planejamento?

Planejamento de carreira ou Planejamento profissional? Poucos. Porém graças ao Linkedin planejar a carreira está se democratizando e mais pessoas compartilham como fazer, e discutem o tema.

Planejamento de vida ou Planejamento pessoal? Creio que muitos nem ouviram falar que isso existe. Este ebook Vamos Falar de 2021 – dá uma ideia de como fazer.

Planejamento para Aposentadoria? Você sabe qual é a projeção da sua renda na aposentadoria? O que você vai fazer? Ficar sentado “passeando” nas redes sociais ou vai fazer um hobby? Já pensou nisso? Segundo o relatório Global do Sistema Previdenciário 2020 da seguradora Allianz 90% das pessoas com mais de 25 anos não poupam dinheiro pensando na aposentadoria.

E Planejamento Financeiro? Pelo menos a pandemia teve um lado positivo. As pessoas estão descobrindo que com um planejamento é possível enfrentar crises mais fácil do que sem. Saiba como neste ebook Planejamento Financeiro – Todos os episódios da série juntos.

E ainda Planejamento de compras? Alguém se planeja para as festas de fim de ano? E a páscoa que está chegando quem já se planejou? Quanto vai gastar, etc. Fizemos até um ebook sobre o tema – Guia Definitivo: Natal sem dívidas.

Vejam só quantas coisas podemos – e devemos planejar.

E se planejar é pensar a longo prazo. Uma mentalidade não muito comum em terras brasileiras. Se não houvesse o pensamento a longo prazo não teríamos a honra de ver as catedrais na Europa, nem veríamos vacinas contra a covid prontas em tão rápido tempo; segundo Roman Krznaric The Good Ancestor (O Bom Ancestral: Como pensar a longo prazo em um mundo freneticamente imediatista, chegando este mês nas livrarias do Brasil) deveríamos viajar no tempo e se imaginar na velhice e pensar o que teríamos feito diferente, e ainda qual o legado que foi deixado. Esse exercício nos faz perceber as consequências de nossas ações de curto prazo hoje, lá na frente. É o agora agindo no longo prazo.

No artigo Pensar a Longo Prazo -Comportamento do Investidor V discorremos um pouco sobre pensar e agir exatamente a Longo Prazo e explicamos porque, no Brasil, não é um comportamento muito comum.

Fato é que Planejamento e pensar a Longo Prazo afeta na forma como lidamos com o nosso dinheiro de várias formas. Mostramos aqui nesta sequência de Estilo Lesivo de lidar com o dinheiro – A emoção e também – Pressão Família, sociedade e marketing como o imediatismo – nosso modus operandi de hoje – influência este estilo.

Este imediatismo é uma das maiores consequências que a falta de pensamento a longo prazo e a falta de planejamento produz.

Infelizmente essa falta de visão do futuro é uma característica da cultura brasileira, não fomos educados a fazer planejamento.

Assim vejam que uma coisa leva a outra. Emoções, pressões externas e a falta de educar e costume em pensar a longo prazo e não fazer planejamento.

Além do imediatismo, esta falta também leva a estes estilos:

Achar que só trabalhando -e muito – se constrói um patrimônio

Este estilo tem tudo a ver com a falta de conhecimento do poder dos juros composto. Ou seja, falta descobrir que ao investir uma parte da renda, damos condições para que o dinheiro também trabalhe. Típico pensamento do somente agora.

Investir e deixar o tempo agir esse é o segredo. Pare e pense em você quando se aposentar ou não tiver mais condições de trabalhar. Como será?

Achar que planejar curto, médio ou longo prazo é tudo igual

“Para nós, o longo prazo é em julho; o médio prazo é quarta-feira; o curto prazo foi ontem” para Mario Sérgio Cortella, é isso que vem em mente na maioria das pessoas quando falamos de longo prazo.

E não é isso. Em planejamento financeiro Curto prazo é até um ano; médio prazo: de um a cinco anos; e longo prazo: mais de cinco anos.

Ou ainda, depois de muitos planejamentos derem em nada porque as coisas mudaram, o país é muito incerto, deixamos de fazer planejamentos de médio e longo prazo. Isto é verdade, porque como nem governo têm um planejamento fica difícil executar, imaginar como estaremos daqui a 10 anos.

Porém é possível. Para isso é preciso considerar todos os cenários possíveis e ter planos para todos eles. O grosso não muda;

Por isso é preciso ter paciência, resiliência, flexibilidade, e é imperativo aprender a pensar a longo prazo. Como já dissemos no artigo sobre Comportamentos do Investidor, pensar a longo prazo é treino, é um exercício diário. Comece aos poucos, mas nunca desista.

💡Uma forma interessante de se planejar e pensar a longo prazo é através da Teoria dos cenários, proposto Schwartz no livro “A Arte da Visão a Longo Prazo” Esta estratégia consiste em traçar diversos cenários futuros possíveis e em cima deles desenhar todo o planejamento.

E não se esqueça: para ter poder de decidir o que fazer com o seu dinheiro é preciso saber para onde queremos chegar. Isso é pensar a longo prazo. E para colocar em prática é preciso estabelecer objetivos e metas. O orçamento vai dar as diretrizes dessa caminhada. Isso tudo é Planejamento Financeiro.

Conheça todos os outros estilos:

Estilos lesivos de lidar com o dinheiro – A emoção

Estilos lesivos de lidar com o dinheiro – Carências Afetivas e Financeiras

Estilos lesivos de lidar com o dinheiro – O comodismo

Estilos lesivos de lidar com o dinheiro – Agir sob influências culturais e tradições

Assine nossa newsletter e não perca o próximo estilo.

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Fontes:

Schwarts, Peter. A arte da visão de longo prazo: Caminhos para um insight estratégico para você e a sua empresa. Editora Beste Seller, 2001

Krznaric, Roman. The Good Ancestor: A Radical Prescription for Long-Term Thinking. Virgin Digital. 2020

Sites visitados:

BBC Brasil: Pensamento Catedral – Roman Krznaric

Gazeta do Povo – Mario Sérgio Cortella

Dinheirama – Navarro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s