A importância de ensinar a definir Prioridades – Ensinando Educação Financeira

Nossas vidas são guiadas pelas nossas prioridades. Sem perceber fazemos aquilo que é importante para nós. E com as decisões financeiras acontece o mesmo.

Determinar as prioridades de nossos gastos e nossos objetivos faz parte e influenciam as decisões financeiras. Desta forma aprender a definir quais são as minhas prioridades é uma estratégia muito eficaz no sucesso em lidar com as finanças.

É por esse ranking que estipulamos com o que gastar, aonde cortar gastos, quais sonhos serão realizados primeiro ou por último e onde vamos despender mais energia.

Onde se aplica “Prioridades”

Definir prioridade auxilia na execução das metas, caso contrário vamos tentar correr para alcançar uma meta que infelizmente não temos energia para alcançar, porque ela não é importante e o sacrifício não vale a pena. Veja esta planilha de gestão das metas “Fazendo Acontecer”; que auxilia nesta hierarquização.

O orçamento é desenhado em cima das nossas prioridades. Neste post “Planejamento Financeiro O Orçamento – Nosso Guia” explicamos como usar as Prioridades (necessidade – supérfluo – desperdício) no Orçamento;

Definir prioridades ajuda a não se endividar porque sabemos onde gastar o dinheiro e onde não, evitamos assim o consumismo, nos tornando consumidores conscientes;

Inclusive quando estamos em crise financeira, endividados, é por essas Prioridades que desenhamos toda a estratégia para sair da crise. Explicamos com fazer isso no ebook “Orçamento em tempos de Crise”;

Imagine a situação onde, ao fazer o Orçamento, o estudante se depara com um resultado negativo.

O que fazer?

Ele terá que cortar gastos!

Mas como?

Sabendo o que é mais importante e o que é menos é o começo.

Ou ainda se encontra na fase de questionamentos sobre a sua vida, o que quer dela?

Ele vai querer traçar objetivos. Não há capital para realizar todos, o que fazer?

Definindo o que é necessidade e o que é desejo (supérfluo), ou seja, priorizando os objetivos.

Veja como DEFINIR PRIORIDADES é uma parte muito importante dentro da Educação Financeira;

E não só na vida financeira.

Ter conhecimento do que é importante ou não é fundamental para traçar objetivos de vida ou ainda estabelecer a trajetória da carreira profissional, por exemplo.

Por isso inclua, ao ensinar Educação Financeira, a questão das Prioridades.

Ensinar PRIORIDADES entra dentro dos seguintes OBJETIVOS no planejamento das aulas:

– Consumir de forma consciente;

– Tomar decisões financeiras;

– Traçar objetivos e metas a curto, médio e longo prazo;

– Analisar alternativas para superar dificuldades econômicas;

– Elaborar o Planejamento Financeiro.

– Construir Orçamento Financeiro Pessoal.

Formas de trabalhar

Existem várias, e todas são atividades práticas.

👉Estipulando valor: Fazendo as crianças darem um valor monetário a diversos objetos e justificando porque deste valor. A discussão, neste caso, deve ser direcionada ao fato de que (normalmente) damos mais valor ao que é mais importante.

👉Indo às compras com orçamento limitado: Criando uma loja com dinheiro “fictício” e cada um com a quantia igual de dinheiro e poderá comprar o que quiser, mas de acordo com a quantia que possuir. E depois terão que justificar as escolhas.

👉Leilão fictício: Criando um leilão com diversos itens. Até que valor cada um quer gastar para os mais diversos tipos de itens. Nesta atividade cada um possui o mesmo valor monetário. Escolha os mais variados tipos de objetos ou serviços e defina o lance mínimo e comece o leilão;

👉Dinâmica em grupo: Uma delas é a dinâmica “Trabalhando Prioridades desejos x necessidades”.

Pode ser baixada aqui:

Ela pode ser facilmente adaptada tanto para crianças, como adolescentes, jovens ou adultos. E de qualquer realidade.

A dinâmica consiste em uma viajem hipotética onde surge uma situação de emergência e escolhas terão que ser feitas. Na sequência surge outra situação em porto seguro. Será que as escolhas são as mesmas. As prioridades se mantêm?

Importante: em todas as atividades sugeridas são as discussões após a realização da atividade a parte mais importante. Elas têm que ser bem construtivas.

Veja mais em Ensinando e Aprendendo Educação Financeira

A importância de ensinar a definir Prioridades – ensinando Educação Financeira

Sobre Investimentos o que se deve aprender? – Ensinando e aprendendo Educação Financeira

Saber tomar as decisões financeiras certas – Ensinando e Aprendendo Educação Financeira.

Orçamento Doméstico é um conhecimento Multidisciplinar – Ensinando e Aprendendo a Educação Financeira

Como sonhar? – Ensinando e Aprendendo a Educação Financeira

Aproveite o Dia das Mães e ensine Educação Financeira – Ensinando e Aprendendo EF

Porque Educação Financeira é tão importante? – Ensinando e Aprendendo EF.

Jovens e Adolescentes – Ensinando e Aprendendo Educação Financeira

Toda criança gosta de brincar – Ensinando e aprendendo Educação Financeira.

Como usar as brincadeiras com Educação Financeira – Ensinando e Aprendendo EF

Quer receber sempre novidades? Assine nossa newsletter:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Fontes:

Buaes, Caroline Stumpf. Sobre a construção de conhecimentos: uma experiência de educação financeira com mulheres idosas em um contexto popular; Tese Doutorado Faculdade de Educação Universidade Federal do Rio Grande do Sul;

Consumer Financial Protection Bureau – YOUR MONEY, YOUR GOALS – A financial empowerment toolkit for Social Services programs

Autor: Chris West

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s