O dinheiro traz felicidade?

A felicidade é alcançada quando temos autorrealizações e nos permite ser um consumidor consciente na medida em que compreendemos o valor que o dinheiro tem em nossas vidas.

E para você ela traz?        Deixe seu comentário! Estamos curiosos.

O autoconhecimento, habilidade da Inteligência Emocional nos permite ter consciência do que queremos e nos permite ir atrás disto e assim nos tornarmos realizados. E é neste momento que encontramos o caminho para a nossa felicidade. Se sabemos o que queremos, temos consciência que o valor do dinheiro tem nas nossas vidas, e qual a finalidade consequentemente nos tornamos um consumidor consciente.

Quando associamos o nosso dinheiro somente ao ato de consumir, ao status, compras que geram símbolo de riqueza e poder, vai descobrir que o sacrifício para chegar lá não valeu a pena e não trouxe todas as satisfações que eram ansiadas. Porque existe um vazio enorme por trás desta busca, não há um propósito de vida. A pessoa vai chegar lá, mas será que vai estar plenamente satisfeita, acho que não, ela sempre vai sentir que falta alguma coisa para ser feliz. Afinal sempre existe um produto novo que eu preciso e não vou conseguir viver sem ele.

Ao contrário daquele que recebeu uma Educação Financeira, ele sabe o destino de seus recursos (financeiros e o do planeta), tem objetivos bem definidos e tem plena consciência do seu poder enquanto consumidor. Ele respeita o seu dinheiro, a sociedade em que vive e o consumo dos recursos naturais, e desta forma ele se realiza e assim encontra a felicidade. A sua vida tem conteúdo, propósito e finalidade e a felicidade é a consequência.

O dinheiro pode ser um meio para alcançar a felicidade, mas não o fim. E a partir de um certo patamar a riqueza não têm mais influencia no grau de felicidade.

No meu ponto de vista, o dinheiro traz felicidade quando compreendemos o valor dele.

O “ser” deve e é mais importante do que o “ter”

Obs: aqui estamos considerando que a pessoa já têm todas as suas necessidades atendidas e o seu consumo se dá em produtos supérfluos. Ao contrário de uma pessoa que ainda não tem as suas necessidades atendidas, todo o dinheiro que ela vier a ganhar se resumirá em felicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s