Dinheiro compra tudo? O que ele não deveria comprar.

Dinheiro compra tudo? O que ele não deveria comprar!

Quantas vezes você já ouviu dizer que o dinheiro compra tudo, mas será que ele realmente consegue? Mas o dinheiro deveria – e consegue – comprar tudo?

  1. O que o dinheiro deveria comprar e o que não
  2. Como agir para que o dinheiro não aja sobre nós.
  3. Vale a pena a leitura:
  4. Fontes

Estamos vivendo a era do consumismo. O dinheiro – para alguns, ou melhor para muitos – tem um poder e importância cada vez maior. É preciso sair dessa caixa no qual nós nos encontramos guardados, em que tudo se relaciona ao dinheiro. Onde a necessidade de satisfazer nossos desejos justifica todo e qualquer uso dele.

Porque nem tudo deve ser tratado como mercadoria. Será que não estamos substituindo nossos valores morais, cívico e éticos por interesses meramente financeiros? (Sandel)

Partindo deste ponto questionamos até que ponto o dinheiro pode comprar. (Re)Pensar nas coisas que não devemos comprar nos faz questionar o poder do dinheiro sobre nossas vidas.


E isso vai nos ajudar a escolher (rever) as nossas necessidades e nossos desejos. Como consequência conseguimos nos tornar consumidores conscientes. E já falamos outras vezes, transforma nossa vida financeira de forma saudável. E não somente para hoje como para o amanhã, e o depois de amanhã e sucessivamente.


O que o dinheiro deveria comprar e o que não

Prestígio, integridade pessoal, justiça, liberdade, respeito, conhecimento, amor, ética, fé, religiosidade, camada de ozônio, crise climática, mananciais, ar puro, permissão para poluir, o mar, o ar, seu voto nas eleições, seu lugar na fila, uma pessoa, um bebê podem ser comprados?

No meu entender não. Porém polêmico é.

E a Felicidade? Esta pode ser comprada?

Difícil de responder…..Eu sei.

Dou um tempinho para refletir.

….

A resposta seria SIM se…

… associarmos a felicidade a moradia como proteção de vida digna, a roupa como necessidade de se vestir, ao carro para ir trabalhar e a facilidade que traz, uma viagem com família para momentos e experiências e assim aumentar os laços.

Mas deveria ser NÃO se…

…agente se referir felicidade ao amor, afeto ou carinho, ao respeito, a paz, a admiração, a liderança. Essas devem ser conquistas e não compradas.


Fique ligado:

O dinheiro pode comprar companhia, mas não amizade; pode comprar educação, mas não conhecimento; pode comprar presentes, brinquedos, mas não amor e carinho; pode comprar carros, hotéis, luxo, mas não compra família, respeito ou paz; pode comprar roupas, joias, imóveis mas não consegue comprar o caráter, dignidade e nem a ética; pode comprar cinema, teatro, mas não cultura.


Temos até um exercício, primeiramente pensado para ser usado em sala de aula na escola, nas empresas, com facilitadores, para crianças ou para adultos, mas vale a pena usar essa atividade como um guia nessa autorreflexão.

O que o dinheiro compra e o que não? Uma proposta de exercício para crianaças.
Exercício – crianças – O que se compra com o dinheiro e o que não”
O que o dinheiro compra e o que não? Uma proposta de exercício para jovens e adultos
Exercício – jovens e adultos – “O que se compra com o dinheiro e o que não.”

Como agir para que o dinheiro não aja sobre nós.

  • Valorize as pessoas pelo que elas são e não pelo que elas têm.
  • A união faz a força. Se junte a pessoas que engajem socialmente, que mobilizem e assim realizar conquistas que trazem o bem a todos.
  • Pense bem o que você compra, porque junto com o produto ou serviço que estiver comprando junto você colabora para toda a sua cadeia. Se comprar um produto roubado você está incentivando outros roubos e você pode ser o próximo. Veja nossa matéria sobre o 5R – Repensar, recusar, reduzir, reutilizar, reciclar. E atualmente incluindo o Reformar.
  • Nem tudo deve ser analisado pelo melhor “custo x benefício”;
  • Definitivamente risque a palavra corrupção do seu vocabulário. Qualquer “tamanho”. Furar fila da vacina contra covid não difere do político que desviou bilhões de dinheiro público. Corrupção é corrupção. Nenhum dinheiro ou situação justifica o ato.
  • O dinheiro não tem vida, não age sozinho. Somos nós que damos poder, vida a ele. Quem dá o valor somos nós. Aja mais, compre menos. Diminua a sua influência.
  • Se está com vontade de gastar o dinheiro, doe diretamente para projetos que trabalham para causas em que você acredite ou compre produtos que tenha essa causa por trás.
  • Por fim, não esqueça a sua cultura, sua religião, sua crença, sua origem.

Você sabe o que é oniomania?

Vale a pena a leitura:

A moda e a beleza é agora 5R, cada vez mais consciente

Você compra desejo ou necessidade

O turista e o consumidor consciente adotando o 5R

Páscoa não é (somente) sobre presentear ovos de chocolate

Dinheiro compra tudo? O que ele não deveria comprar!

Viver precisando de menos e ser mais feliz. Isso é possível?

Precisamos falar de consumo! Ensinando e Aprendendo Educação Financeira

Nem tudo o que é bonito você precisa comprar. Dicas de compras de Natal


Fontes

Akatu – Caderno Temático dinheiro e crédito

SANDEL, Michael. O que o dinheiro não compra. – Os limites morais do mercado. Civilização Brasileira, 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s