O conceito do 5R também deve ser usado pelo turista

O Turista e o Consumidor consciente adotando o 5R.

O turista também pode e deve assumir o papel de Consumidor Consciente. Veja como adotar uma postura consciente que preze as suas finanças e o local onde vai visitar.

Por Chris West

O turista e o consumidor consciente adotando o 5R

Por aqui já falamos inúmeras vezes que as nossas escolhas enquanto consumidores vão ditar o nosso futuro. Os produtos e serviços que consumimos possuem toda uma cadeia, da matéria-prima até o descarte. Se optarmos por comprar um determinado produto que utiliza mão de obra infantil, explora comunidades locais ou polui o ambiente, por exemplo, estamos contribuindo (leia-se comprando) para estas situações. Este será o futuro e a conta quem vai pagar (e já paga) somos nós mesmos. Pode até ser que o produto seja mais barato, porém se incentivarmos essa mão de obra barata, cada vez mais haverá escassez de empregos de qualidade. E você poderá ser afetado por isso.

Este poder do consumidor também acontece quando somos turistas.

A começar pela escolha do destino. Entre aquele que preza a sua cultura, valoriza o local, seus artesões, sua culinária, sua história e preserva o ambiente ou aquele que explora ao máximo, desde a mão de obra, a comunidade local e o meio ambiente não se importando com as consequências. Cada vez é mais comum degradação ambiental, social e econômica causada pelo turismo.

Outra atitude do turista consumidor consciente é em relação ao seu consumo durante a viagem. Desde não ser um comprador compulsivo, passando por escolha inteligente da hospedagem e terminando a viagem dentro do orçamento.

Sim, devemos fazer um orçamento exclusivo para este período. Afinal, todo Consumidor Consciente tem um Planejamento Financeiro e um Orçamento em dia. Daí fazer um exclusivo para a viagem é pulo. E não vale colocar tudo no cartão de crédito, a conta vai chegar, veja em “O que é Troca Intertemporal”.

Se ainda não faz um, sempre é tempo de começar. Veja como nosso e-book Planejamento Financeiro e “Vamos falar de 2021” e comece já.

Outra vantagem de ser Consumidor Consciente é consumir menos e assim sobrar mais para a viagem. Permitindo ir a lugar antes inimagináveis.

Neste orçamento específico determine os valores de tudo, desde a hospedagem, valores disponíveis para gastar com alimentação, transporte no local, gastos com as visitas dos pontos turísticos, e até com “comprinhas” e lembranças. Tenha um limite para tudo.

Adote a política do 5R para ter este orçamento dentro das tuas realidades e condizentes com o consumir consciente.

Repensar – Recusar – Reduzir – Reutilizar – Reciclar nas Finanças

Repensar: Comece pela escolha do local. Como dizemos antes, dê valor a locais que promovam a cultura, favorece a economia, tenha compromisso e respeito com a comunidade e o meio ambiente local. Repense o seu olhar como turista. Repense o seu modo de ser turista. Olhe a história, a cultura, a culinária, o artesanato, as belezas, as pessoas locais, os pontos turísticos não como mais um tirando a foto, mas sim aquele que vai trazer para casa uma história para contar e experiências inesquecíveis.

Meça a viagem pelo que você viveu e sentiu e não pelas comprinhas e postagens nas redes sociais.

Repense a época, viaje fora da temporada, você vai se surpreender com a diferença de preços.

Se for um turismo de compras, repense o que você vai comprar e analise cuidadosamente a lista de compras antes de ir. Preciso de tudo isso mesmo?

Pratique a dinâmica desejo x necessidade. Avalie quem são os fornecedores, pense no impacto desta cadeia.


Recusar: Como dizemos antes dê valor àquele que dá valor a sua região. Nesse sentido recuse hospedagem que negligencie seus funcionários locais, recuse a culinária que explora seus recursos. Recuse se hospedar em locais que foram destruídos para a sua construção.

Faça pesquisas na internet, hoje há muito material disponível que vai ajudar.

Recuse lembrancinhas para ostentar. Não compre somente coisas, compre experiência, momentos, histórias.

Se for um turismo de compras, recuse compras em excesso só porque está barato. Seja fiel ao seu orçamento.


Reduzir: Comece reduzindo o que levar na mala. Normalmente levamos mais coisas do que usamos. A economia no orçamento já começa por aí.

Durante a viagem reduza o lixo. Reduz o que você vai deixar.

Questione sempre: “Que marcas você deixa nos lugares que visita”

Akatu

Deixe o menos possível.


Reutilizar: Você sabia que o turista também pode se valer da Economia Compartilhada? Se for fazer uma viagem bem específica, que exige uma roupa e/ou acessórios próprios, porque comprar se vai usar uma única vez.

Existem sites e lojas que alugam desde malas, até roupas de inverno ou acessórios de aventura inclusive barracas de acampamento. Uma delas é a Aluga Trip ou Iclosset. Veja abaixo na lista das Fontes o link delas e outras além de sites com mais dicas.


Reciclar: E se depois de tudo isso você ainda tiver que comprar coisas para a viagem, veja se são passíveis de reciclar.

Ah. Sim e durante a viagem lembre “Você só quer deixar pegadas”.

Deixe a sua “pagada” no nosso site e receba os novos artigos sem perder nada.

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

🚴‍♂️Vá mais longe:

Conheça o Passaporte Verde, uma iniciativa da das Nações Unidas, Parceria Global para o Turismo Sustentável com dicas de como ser um turista sustentável. Com muitas questões que o Consumidor Consciente deve considerar.

E assim terminamos a nossa série de como ser um Consumidor Consciente sob a ótica das finanças aplicando o 5R em diferentes lugares.

Veja aqui toda a série:

Como usar os 5 Rs – Repensar – Recusar – Reduzir – Reutilizar – Reciclar – nas finanças.

O 5R nos Negócios sob a ótica de finanças

Como ser um Consumidor Consciente no Supermercado usando o 5R

A moda e a beleza agora é 5R, cada vez mais consciente.

Aprenda a fazer um Orçamento Consciente usando o 5R

Nossos animais de estimação também têm que ser consumidores conscientes – use o 5R

Como ser um consumidor consciente com um bebê? Use o 5R.

Fontes

Estadão – coluna Turismo

Akatu – artigos sobre Turismo Sustentável

Sites de economia compartilhada:

Aluga Trip: https://alugatrip.com.br/

Iclooset: https://iclooset.com/

Quero Acampar: https://www.queroacampar.com.br/

Casa da Aventura: https://www.casadeaventura.com.br/equipamentos_aluguel/

Artigos sobre o assunto:

Bariloche para Brasileiros: Roupas de neve em Bariloche.

Startupi: Alugar Equipamentos de viagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s