Crédito – vilão ou mocinho?

De alavanca a ruína. O uso do crédito pode ser a grande oportunidade de alcançar objetivos financeiros como pode ser o caminho para o empobrecimento e endividamento insustentável.

E aí que reside todo o seu poder.

Ele fascina, enfeitiça, atiça, atrai, cega.

Ou se preferir ouça este artigo – Crédito – vilão ou mocinho

Garças ao advento do crédito💳, concretizamos conquistas antes inimagináveis.

O crédito veio para democratizar o acesso a bens materiais antes restritos à camada mais rica da população.

Antes da sua popularização seria quase impossível a conquista do primeiro carro, a compra da casa própria ou até a formação universitária.

O uso do crédito teve um grande impulso quando ocorreram as grandes navegações por volta do ano 1500 – 1600 que culminaram nos grandes “Descobrimentos”. Graças à concessão do crédito muitas dessas navegações foram possíveis alterando drasticamente a nossa história.

Foto por Pixabay em Pexels.com

Aqui no Brasil, o papel do crédito teve grande relevância nos anos 1960 principalmente para impulsionar a indústria local. Indo da compra de automóveis, passando pelos eletrodomésticos, móveis, a até casa própria. Portanto foi o crédito que financiou a industrialização do país.

O crédito financia obras de infraestrutura, estradas, indústrias, saneamento básico, vacinas, remédios, novas tecnologia, desenvolvimento de matrizes energéticas, livros, educação, saúde e tantas outras coisas. Infelizmente financia guerras, armas, regimes autoritários, e o consumismo desenfreado.

É no crédito que se sustenta a nossa sociedade moderna. Atualmente estamos ancorados no consumismo🎁🎁🎁. A economia e a sociedade só conseguem se manter graças ao consumo (desenfreado?). A roda da economia gira enquanto pessoas compram. Enquanto houver pessoa comprando, haverá empregos, e assim as pessoas continuam a ter dinheiro para consumir. Sem consumo, o desemprego sobe, a economia fica estagnada.

E como fazer com que as pessoas consumam mais?

Aqui esta o “pulo do gato”.

Dando crédito a elas. Em outras palavras aumentando a sua capacidade de endividamento.

Afinal quanto mais consumir mais a roda gira. Assim o crédito se une ao consumo, um depende do outro. A massificação do crédito está implementada. Essa é a sociedade em que vivemos atualmente.

Somos diariamente bombardeados com ofertas de crédito, oferta de vendas em “n” parcelas. Nunca foi tão fácil pegar dinheiro emprestado. O uso do cartão de crédito se tornou indispensável, antes exclusivo a classe A e B, hoje é amplamente “democrático”. Quem não tem, está fora do “mercado”.

Aqui no Brasil, com o surgimento do crédito consignado houve uma explosão no consumo do crédito e consequentemente mais consumismo, mais conquistas, porém mais endividamento.

E assim a nossa sociedade atual está totalmente dependente do crédito 💳💳💳. O crédito é o alicerce da economia do século XXI.

E onde está o problema? Afinal graças ao crédito, temos nossos carros, nossas casas próprias, celulares, computadores, e tantas outras coisas.

O grande problema reside no fato que que junto com a expansão e acesso ao crédito deveria ter tido explosão no acesso à Educação Financeira. Para se fazer uso inteligente do crédito e não se deixar seduzir é necessário ter conhecimento de juros, ter controle financeiro e principalmente um planejamento financeiro familiar.

Saber usar o crédito com sabedoria é o que diferencia entre ele ser o vilão ou o mocinho.

O crédito nos dá TEMPORARIAMENTE um poder de compra no momento em que ao pegar o empréstimo ou financiamento temos em mão um dinheiro que nos permite gastar onde desejamos. PORÉM, esse poder tem um custo. Temos que PAGAR DE VOLTA esse montante, porém, num valor MAIS ALTO do que o adquirido.

E neste, “PORÉM” é que está a diferença em nossa vida. Tenho condições de devolver o dinheiro de forma TRANQUILA e SEGURA? Se sim, ele vai alavancar a minha vida, se não vai nos arruinar. Simples assim.

O que ocorre frequentemente é que muitas pessoas ULTRAPASSAM a sua CAPACIDADE de pagar o valor de volta, o que traz consequências desastrosas num futuro próximo. O nível de endividamento chega a um patamar insustentável. Um evento inesperado acontece e a renda já bem comprometida recebe mais um baque. Pronto. A crise financeira se instaura. Os bens adquiridos ao longo dos anos são desfeitos para pagar os juros altíssimos dos empréstimos cada vez menos honrados.

Foto por Obsahovka Obsahovka em Pexels.com

Somos constantemente incentivados a comprar. Damos um status de necessidade para muitos desejos para justificar a compra, veja em “Você compra necessidade ou desejo?” como evitar; A ostentação é um estilo de vida muito espalhado, no Facebook e Instagram falamos sobre como ele pode ser a sua falência, veja em “Não faça da ostentação a sua falência, no Face, ou no Insta.

Por outro lado, se junto com o aumento de nossa capacidade de endividamento houver uma massificação do ensino do bom uso deste crédito ele pode e deve ser usado como uma alavanca.

Com Planejamento Financeiro, veja este artigo “Planejamento Financeiro – Tudo junto em um e ebook” é possível verificar onde é o limite entre honrar com as prestações dos financiamentos e empréstimos e crescer ou o caminho direto para inadimplência e falência. Tendo tudo sob controle o crédito funciona como um meio para realizar sonhos, concretizar objetivos, alavancar a vida financeira. Assim como muitos governos, empresas e instituições conseguiram fazer.

Aprenda a usar o crédito com alavanca e não como sua ruína.

Se inscreva – gratuitamente – no nosso site e não perca mais nenhuma informação que vai te ajudar nesta caminhada.

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Veja toda a série ou o ebook:

Afinal o que é crédito

Crédito: vilão ou mocinho?

Juros, sem ele o crédito-nem os investimentos existiriam

Crédito – Você conhece o CET – Custo Efetivo Total?

Crédito: Quando é a hora certa para pegar um empréstimo?

Crédito: Quanto empréstimo é muito empréstimo?

Crédito: O que é a Troca Intertemporal

Ou veja tudo junto no ebook Ebook Crédito – Tudo o que você gostaria de saber e nunca te contaramcom bônus – exercícios, diagnósticos e pontos de fixação e reflexão.


Se o seu caso, o Crédito é um vilão veja este ebook:

capa do ebook “O Orçamento Doméstico em tempos de crise financeira”

ebook O Orçamento Doméstico em tempos de crise financeira
Domine esta onda.

Ele vai te ajudar muito, imperdível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s