As 6 Perguntas do Consumidor Consciente

Conheça as 6 Perguntas para se tornar um Consumidor Consciente

Você sabia que para fazer as melhores escolhas de compras podemos nos fazer as “6 Perguntas do Consumidor Consciente”, vem descobrir como.

  1. Por que comprar
  2. O que comprar
  3. Como comprar
  4. De quem comprar
  5. Como usar
  6. Como descartar
  7. Conclusão
    1. Para se aprofundar mais

Muitas vezes nos deparamos com pensamentos do tipo:

– Existe uma forma de consumir que eu possa “preservar” o meu dinheiro?
Eu quero usar o meu dinheiro de forma mais consciente.
Existe um jeito de consumir de forma mais responsável?
Como posso consumir de um jeito que não complique ainda mais a crise climática?
Eu quero consumir de forma mais consciente, como fazer?

As respostas para estas perguntas e indagações você vai conseguir se fazendo 6 perguntas.

As 6 Perguntas do Consumidor Consciente
As 6 Perguntas do Consumidor Consciente

São perguntas que nos levam a repensar, questionar, analisar o nosso consumo e desta forma conseguimos consumir de forma mais consciente e responsável.

Elas foram elaboradas pelo Instituto Akatu, você pode saber mais visitando o site.

Entende-se por consumo consciente aquele que reduz os impactos negativos em relação ao seu dinheiro, o meio ambiente e a sociedade como um todo. Ou seja, consumir para proteger ao máximo o seu bolso, os recursos que o planeta Terra nos oferece, o uso da mão de obra e o bem estar da sociedade.

29 de Julho 2021 – Dia da Sobrecarga da Terra

Nós consumimos muito mais recursos que o Planeta Terra consegue repor, é como se estivéssemos no cheque especial em relação ao que retiramos do ar, do mar e da terra.

E fazemos o mesmo com o nosso dinheiro.

Também desperdiçamos muita mão de obra.

Se soubéssemos consumir de forma mais inteligente deixaríamos de consumir muitas coisas desnecessárias.

E não menos importante, estamos “jogando” nosso próprio dinheiro no lixo.

Ao descobrir outras formas de consumir é que nós vamos nos dar conta de quanto dinheiro foi descartado.

E é por isso que existem essas 6 Perguntas: Por que comprar; O que comprar; Como comprar; De quem Comprar; Como usar; Como descartar.

Assim, todas vez que for realizar uma compra, ou um consumo, antes se faça essas perguntas e só então compre, ou não!

Por que comprar

Esta pergunta também está muito relacionada em diferenciar necessidade de desejo.

A compra está sendo feita para atender a um desejo ou a uma necessidade? Esta questão é primordial. E deve estar claramente estipulada.

Muitas vezes quando “descobrimos” que estamos comprando apenas por desejo desistimos desta compra.

Fica a dica: Só compre desejos se houver dinheiro disponível para este fim. E mesmo assim tenha certeza de que será usado.

Descubra qual o propósito deste desejo:

– A compra é um impulso? O produto é lindo?
– Houve um gatilho provocado por uma carência, um sentimento, uma vontade, uma emoção?
– Você foi influenciado por uma propaganda ou influenciador?
– Há uma pressão da sociedade, amigos, família ou do status por trás?

A depender do propósito deste desejo pense bem se vale a pena mesmo comprar.

Será que não existem outras formas de atender a essa carência, sentimento, emoção e as pressões sem que para isso eu tenha que comprar?

Não existem outras formas de atender este desejo que não seja a opção “comprar”?

Dê uma olhada neste post: Queremos muitas coisas, mas na realidade não precisamos delas.

Ler um bom livro, assistir com amigos um filme em casa, ir passear no parque, tomar banho de mar, rio ou represa.

Brechós, pegar emprestado usar de outra forma o que tem em casa, reformar também são opções conscientes e responsáveis. A redução da crise climática e da destruição do meio ambiente e o seu bolso agradecem também.


O que comprar

Atualmente o que não faltam são opções de consumo. Existem coisas que nem imaginávamos que precisaríamos.

Variedades infinitas tanto entre modelos, tipos, marcas, como em funcionalidades, design e finalidades.

E a escolha de determinado produto em detrimento ao outro pode trazer consequências positivas ou negativas, para o seu bolso, para os recursos da natureza e o bem estar da sociedade.

E aqui mais uma vez é importante diferenciar entre o que é necessidade e o que é desejo.

Você compra desejo ou necessidade?

Um exemplo muito fácil de entender como um bem necessário (ou não) passa a ser desejo, é o carro.

A finalidade (neste caso é a necessidade) é a de locomoção, ou seja bastaria um carro modelo básico.

Mas o conforto, que é um desejo, de um ar condicionado, travas elétricas, câmbio automático ou painel digital, vai ter um impacto negativo muito grande no seu orçamento. Sem contar, em alguns casos, no consumo maior de combustível contribuindo para a crise climática.

E podemos ir mais longe ao escolher a montadora. Até que ponto a qualidade de uma é superior do que outra? O preço se justifica?

Podemos minimizar o impacto da emissão de gases – e do bolso utilizando carro elétrico (se a energia gerada vier de fonte limpa).

Ou reduzir mais ainda nem tendo carro, se valendo do transporte público, uso de carros compartilhados, bicicleta.

Assim devemos pensar nestas questões ao escolher o que comprar:

  • Antes de comprar opte por aqueles de maior qualidade que leve a uma maior durabilidade.
  • Verifique quais impactos que estão associados à sua produção (por exemplo, uso de produtos tóxicos principalmente com os têxteis, eletroeletrônicos e tudo que usa tinta, uso de agrotóxico em alimentos e na produção de algodão ou ainda mão de obra “escrava”).
  • Opte por aqueles que menos usam embalagem (elas representam 1/3 do lixo doméstico).
  • Não confie no que a propaganda diz, no sentido de resolver a sua necessidade (você já viu propaganda com carro preso no transito, parado na oficina e a lista de contas para pagar -seguro, imposto, posto de combustível, pedágio e estacionamento). Alguns produtos resolvem o seu problema mas criam outros.
  • Considere opções orgânicas, naturais, veganas.

Como comprar

A escolha de como comprar também pode trazer um impacto negativo no teu bolso, na crise climática, na geração de resíduos. E aqui a ideia é reduzir tudo isso.

Você pode reduzir o desperdício de dinheiro:

  • Comprando à vista se tiver desconto, e somente a prazo se o preço for o mesmo do à vista. Todo juro (mesmo “escondido”) é desperdício.
  • Você pode escolher comprar em loja física ou online.
  • No caso de loja física verifique o quanto gastará com o transporte (combustível e estacionamento); ou vai a pé?  
  • E o tempo gasto ao ir a uma loja física. Pense na distância, será que existem opções mais perto? Tempo também é desperdício.
  • E se for online calcule o gasto com o transporte.
  • Verifique as opções de cashback.

VÁ MAIS LONGE: No quesito como comprar de forma mais sustentável verifique:

  • A embalagem: Considerando que boa parte do lixo doméstico são embalagens, também devemos considerar como comprar no sentido de como será o acondicionamento da compra. Sacola plástica ou de papel, ecobag, caixa de papelão.
  • Também é escolher entre comprar a granel ou os já previamente embalados (você já contou quantas embalagens eles possuem?)
  • Verifique o quanto de combustível vai gastar fazendo compras.

De quem comprar

A resposta a essa pergunta é a que mais está ligada ao impacto que nossas escolhas de consumo podem trazer.


É a que mais representa nosso poder em mudar – ou manter – o meio de como exploramos os recursos da terra, da mão de obra, do bem estar e do nosso dinheiro.

FIQUE LIGADO: Ao escolher comprar de um fornecedor (determinada marca, fabricante, prestador de serviço, loja, comércio, etc) que por exemplo contribuiu com o desmatamento de uma região, estamos juntamente com ele “apoiando” e “contribuindo” com este desmatamento.

ESTE É O CAMINHO: Ao contrário, se escolhermos comprar de alguém que faz iniciativas de preservação estamos ajudando e contribuindo nesta preservação.

Use essa tabela para te ajudar a escolher o melhor fornecedor

Investigando o meu Consumo Consciente

Investigando o meu consumo consciente


Desta forma podemos – e devemos – comprar, consumir de empresas que sejam as mais sustentáveis possíveis, incluindo também as que adotam a Economia Circular.


Saiba mais sobre Economia Circular em Consumo sustentável, socialmente justo e ético – o ESG cada vez mais presente. Para onde vai o consumo IV


Da mesma forma se compramos produtos onde o fabricante faz uso de mão de obra “escarva” ou explorada de forma antiética estamos dando um recado que apoiamos este tipo de inciativa.

Se escolhermos comprar produtos de má qualidade estamos dizendo ao mercado “olha eu não quero produtos com qualidade e não me importo em ter que gastar mais lá na frente porque ele não durou o quanto poderia durar.”


Como usar

Com esta pergunta podemos refletir – e “descobrir” que sim, depende como você vai usar o produto, ele vai ter vida longa ou não. Você vai gastar mais ou menos dinheiro, recursos…..

E o que isto tem a ver com consumo consciente?

Quanto mais tempo um produto durar, ou seja, quanto mais prolongar a vida útil de um bem, mais tempo levará para comprar um novo. Desta forma não temos que desembolsar dinheiro tão cedo em sucessivas compras novas. Sem contar dos recursos naturais e humanos.


Mas independentemente do prazo de vida dos produtos devemos manusear com cautela e segurança, cuidar, reformar, fazer a manutenção, consertar, usar de forma a prolongar o máximo possível o seu uso.

Desta forma nem todos os produtos precisam ser trocados tantas vezes.

Roupas e acessórios devem e merecem serem repetidos inúmeras vezes.

Você não precisa trocar a decoração da casa para “ficar na moda”.

Muito equipamentos podem ser consertados.

A forma como você consome transforma o mundo.

A forma como você consome transforma a tua vida e a do mundo. Este poder esta em suas mãos

Verifique, antes de comprar as formas de manusear e manter corretamente de forma a prolongar o seu uso.

Também, ao comprar, dê preferência para aqueles que permitem consertos.


Como descartar

Na hora de comprar é raro nós pensarmos como o produto será descartado, esse tipo de consciência só vem quando chega a hora do descarte – isso se vier.

Muitas vezes simplesmente descartamos no primeiro lixo disponível, ou pior vai parar no chão mesmo.

FIQUE LIGADO: Mas é importante na hora da escolha da compra também considerar o descarte! Escolha por aquele que vai gerar menos.

ESSE É O CAMINHO: Que tenha possibilidade de revender, de ser reutilizado, ser compartilhado ou de fazer circular.

A ideia é optar por comprar produtos que gerem Lixo Zero.

Vale a leitura: Você já olhou para o seu lixo hoje?

Dicas:

  • E ser for para o lixo, que seja compostável.
  • Comprar uma escova de dente de bambu, já tendo em mente que ela vai para a composteira por exemplo.
  • Comprar uma roupa já sabendo para qual brechó será repassado.
  • Opte por produtos que façam parte da Economia Circular.
  • Recuse embalagens, sacolas. Use a sua.
  • Doe

Saiba um pouco mais sobre Economia Circular: Consumo sustentável, socialmente justo e ético – o ESG cada vez mais presente. Para onde vai o consumo IV

Consumo sustentável, socialmente justo e ético – o ESG cada vez mais presente. Para onde vai o consumo IV

PRONTO: Agora você já sabe como escolher o próximo produto ou serviço que irá consumir.

Bora praticar.

Comece descobrindo nesse quiz o quão consumidor consciente você é:

Estilo de vida que influenciam o consumo consciente

Estilo de vida que influenciam o consumo consciente

Conclusão

A conta de como tratamos nossos recursos (humanos, ambientais, sociais e financeiros) já chegou. E ela vai sair mais cara a cada ano que passa. Para evitar isso, devemos desde já adotar o consumo consciente.

Adotando o consumo consciente estamos dizendo para os fabricantes e prestadores de serviços, que chega, assim não dá mais. Temos que mudar.

E usando a estratégias das 6 Perguntas conseguimos fazer melhores escolhas que caminhem para um uso mais racional, sem perder conforto, nem tecnologia, e nem regredir.

Para se aprofundar mais

Para aprender a fazer uso consciente do dinheiro:

Empréstimo ou financiamento não é para gastar com itens de consumo

É possível viver sem ter dívidas? Dúvidas do divã?

Crédito: O que é a Troca Intertemporal

Para adotar um estilo de vida mais consciente

Estilos lesivos de lidar com o dinheiro – A emoção

Descubra se os Influenciadores digitais estão dominando o seu estilo de consumo.

Dicas e estratégias para não se deixar influenciar pela publicidade e propaganda

Para conhecer mais sobre Consumo Consciente

O consumo consciente assumindo o lugar do consumismo. Para onde vai o consumo? I.

O que é Riqueza? Acumular dinheiro?

O lazer virou uma fonte de consumo?

Para saber mais sobre desejo e necessidade.

Eu preciso ou eu quero? Objetivos Financeiros III

O dinheiro não dá para tudo, é preciso saber escolher.

O conforto, antes uma conquista, passa a ser tão natural que vira necessidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s