Quando é a hora certa de adquirir a casa própria? Dúvidas do Divã

Nas decisões que envolvem dinheiro, nem tudo é só uma questão de matemática financeira, valor dos juros ou as finanças, é também a realidade de cada um.

A decisão vai muito além se o valor baixo da taxa Selic está baixo, prazos de pagamento favoráveis, preços dos imóveis interessantes. Não olhe apenas pelo lado financeiro. Quando se fala em finanças pessoais, o que é bom para um pode (e normalmente) não é para o outro.

Por isso a Educação Financeira vai muito além da matemática financeira. É preciso levar em conta a realidade de cada pessoa, seu estilo de vida, seus objetivos.

Todas as decisões financeiras tem que ter como base – além do lado financeiro – o lado indivíduo.

E é disso que vamos falar hoje.

Foto por Pixabay em Pexels.com

Veja cada consideração que listamos abaixo, para então ver se você se encontra na hora certa de comprar a casa própria.

1) Não ter outras dívidas

Requisito número 1. Um financiamento da casa própria é algo a longo prazo (normalmente 20 anos), compromete boa parte dos rendimentos o que reduz o poder de compra. Se nessa situação arcar com o pagamento de várias dívidas não é interessante, ficará muito difícil sustentar o pagamento das contas do dia a dia.

O perigo de entrar em uma crise financeira fica maior neste caso.

Agora se for para comprar a casa própria à vista, e já existe o dinheiro. Primeiro elimine a dívida, junte novamente o que falta e só daí compre a casa. Porque? Você vai ficar desperdiçando o dinheiro dos juros?


2) Existe uma estabilidade financeira, previsibilidade de gastos e de renda, carreira estabelecida.

A carreira profissional já decolou? Não há previsão de mudar de emprego que faça com que você more bem longe da casa nova? Por mais difícil que fica prever a manutenção do emprego, há minimamente a perspectiva de permanência nele?

Se você vislumbra mudar logo de emprego, talvez não seja o momento certo. Primeiro como se fixar em uma localidade se não sabe onde o novo emprego vai te levar. E segundo quais as garantias de encontrar logo uma outra renda de forma que não comprometa as finanças.


3) Momento da vida pessoal também conta muito.

Você já encontrou o seu caminho? Vai casar, ter filhos, a família vai crescer ou os filhos já são adultos e a tendência é de diminuir. Quer seguir uma carreira no exterior? Você optou por ser um solteiro? O casamento está passando por uma crise?

Tem gente que esquece que os filhos se casam e saem de casa, compra uma casa grande e depois de 3 anos sai e os pais ficam com uma casa muito maior do que o necessário, desperdiçando dinheiro.

Ou ao contrário, um casal jovem pensando em se casar. Para quando planejam os filhos? Considere esse planejamento familiar à decisão da casa própria, do tamanho que ela vai ser, da localização.

Um financiamento normalmente é de 20 anos, então considere a tua vida por pelo menos os próximos 10 anos. Como pretende que seja?

Quanto maior for a perspectiva de viver nesta nova casa mais forte é o indício de que é o momento da aquisição da casa própria.


4) Capacidade de fazer e manter um planejamento financeiro.

Para encarar um financiamento ou começar a juntar o dinheiro para comprar à vista exigem um bom e constante planejamento financeiro.

Essa questão tem que estar no seu dia a dia. E não um comportamento momentâneo. Tenha este hábito enraizado.


5) Ter um plano B

A vida nos prega peças. E se a renda cair drasticamente, qual o plano B?

Antes de partir para o financiamento tenha uma reserva de emergência, faça um seguro do financiamento em caso de morte, invalidez e perda de renda.


6) Questão financeira, tenha todos os cálculos e números em mãos

Qual vai ser o percentual da dívida em relação ao rendimento? Será que o valor da prestação vai estrangular o pagamento do restante das contas? Não se esqueça que você além de pagar essa prestação tem as contas do dia a dia, não somos de ferro e precisamos nos divertir, relaxar. A questão saúde também tem que ser considerada. Assim, tem que haver uma folga para tudo isso.

Veja este artigo “Quanto empréstimo é muito empréstimo” para descobrir o tamanho da dívida em relação à sua renda.

Grau de Endividamento é muito importante para evitar crise financeira.

Assumindo um conta considerável no seu orçamento verifique o que você vai deixar de consumir para bancar essa parcela do financiamento ou do valor que será poupado todo mês. Há espaço para estes cortes? De onde vai vir o dinheiro da prestação?

Para saber efetivamente o valor total que você vai pagar com o financiamento peça à Financeira o valor do CET. Veja neste artigo mais sobre o CET. Crédito – Você conhece o CET – Custo Efetivo Total?

De possa do valor CET compare com o valor do aluguel que está pagando ou do valor que está poupando para a compra à vista.

Você poderá descobrir que está morando com o valor do aluguel muito vantajoso, neste caso talvez vale permanecer no imóvel. Guarde e aplique em um investimento a diferença do que seria a prestação.

Por outro lado, você pode ter em mãos uma proposta de financiamento com juros e tudo mais (veja o CET) muito vantajoso (pesquise bem para ver se é isso mesmo) e neste caso pode valer a pena aproveitar a oportunidade.

Ou ainda depois de muitas pesquisas, você encontrar um imóvel com preço muito barato (às vezes as pessoas necessitam urgentemente de dinheiro e tem que vender o imóvel com menor preço para fazer caixa o mais rápido possível). Neste caso também pode valer a pena, apenas certifique-se se a documentação está em ordem e tudo o mais. Pois preço muito baixo pode indicar fraude. Tome esta cautela.


Faça uma compra inteligente

Se optar por comprar ou construir uma casa, veja a questão da sustentabilidade, geração de energia solar, reaproveitamento da água tanta da chuva como da lavanderia, na construção verifique o desperdício do material utilizado, uso de material de demolição, de materiais recicláveis e sustentáveis. Impermeabilize o mínimo possível, tenha o máximo da iluminação e conforto térmico natural.

Considere comprar móveis usados, há muito material que vai dar um toque de personalidade.

Seja um consumidor consciente, faça a sua parte e você vai economizar muito na manutenção da sua moradia. São questões inteligentes que lá na frente só vão trazer benefícios a você. Aplique as ações do 5R.

Repensar – Recusar – Reduzir – Reutilizar – Reciclar nas Finanças

Construa ou compre uma casa do tamanho que sua realidade permite. Já vi muita gente morando em imóveis enormes sem dinheiro para a mobília, ou para a sua manutenção. Ou ainda ser obrigado a devolver porque não consegue sustentar.

Cuidado para não condicionar a moradia própria com a sua felicidade. Há outras formas de conquistar a felicidade e a compra da casa própria se não for bem planejada vai trazer muita dor de cabeça e definitivamente isto não é felicidade.

Não haja pela emoção, não haja pela influência dos outros, não use como forma de ostentar.

Essas reflexões poderão te ajudar:

Viver precisando de menos e ser mais feliz! Isso é possível?

O dinheiro é o item mais importante da sua vida. Será?

Você sabe dar valor ao seu dinheiro?

Como você consome o seu dinheiro?

Dinheiro compra tudo, o que ele não deveria comprar.

Respondidas essas questões você estará mais confiante e aumentará a chance de suas decisões ter sido a mais correta.

Veja aqui outra Dúvidas do divã respondidas:

Como dar mesada? – Dúvidas do divã

Vale a pena antecipar a restituição do Imposto de Renda? Dúvidas do Divã

Como fica o orçamento doméstico do autônomo se a renda é instável?Dúvidas do divã

Fiquei desempregado, e agora? Dúvidas do divã.

Vou me casar, como fica o controle financeiro? Dúvidas do divã

Crédito consignado vale a pena? Dúvidas do divã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s