CUIDADO: Pirâmides Financeiras caem

Por incrível que parece, mesmo com tanta informação disponível as pessoas ainda caem no golpe das pirâmides financeiras.

Informação, conhecimento e educação são a “chave” para não cair nessa.

Segundo Relatório da CVM em 2020 dos 325 indícios de crimes no sistema financeiro, 139 envolvem práticas ligadas à pirâmides financeiras.

O que caracteriza uma Pirâmide Financeira

Pirâmide Financeira, conforme definição da própria CVM, são esquemas financeiros que recebem esse node porque a sua estrutura lembrar o formato de um pirâmide. “a pessoa no topo recruta participantes com promessas de remuneração acima do mercado, muitas vezes cobrando dos mesmos um dinheiro por sua participação. Estes recrutam (muitas vezes são obrigados a isso) novas pessoas e assim o repasse se dá, da base para o topo, até o sistema se tornar insustentável.” Quanto mais pessoas o “investidor” trazer para o grupo mais dinheiro ele receberá.

Esquemas de negócios desse tipo são considerados crimes contra a economia popular conforme Lei 1.521/51, e ainda existe um projeto de lei, n° 4233, de 2019 que prevê pena mais dura tipificando o crime de pirâmide financeira com a mesma pena-base do crime de estelionato.

Por se tratarem de negócio ilegítimo a remuneração prometida se dá usando o dinheiro proveniente da entrada de novos “investidores” na base da pirâmide. Até o dia em que os resgates começam a ser tantos – os rumores de golpe estão cada vez mais altos – que mesmo com a entrada de novos “investidores” não há saldo para devolver o dinheiro para tanta gente. O esquema é interrompido e descoberto. Os primeiros ainda conseguem reaver o capital investido, mas a grande maioria fica com o prejuízo dificilmente recuperando o valor investido.

O esquema começa a dar indícios do fim quando há atrasos na devolução do dinheiro “aplicado”, dificuldade em contatar as pessoas responsáveis, inclusive a que vendeu o esquema, promessa de assinatura do reconhecimento da dívida. Com mais pessoas desconfiando, se instaura o efeito manda, todos pedem o resgate e a “bolha” explode de vez.

Esse tipo de “falso” investimento apresenta certas características que indica do que se trata.

⚠ Prometem rentabilidade atraente normalmente prometem retorno acima do que o mercado oferece, pouco detalhamento dos riscos (para quem investe em fundos de banco ou corretoras há sempre de forma clara qual é o grau de risco), e passam a sensação de que se você não aderir vai perder uma oportunidade única na vida.

⚠ Não há um “produto” sendo vendido. Reparem que ações, fundo de investimento são todos “produtos”, ou seja quando investimos no mercado de capitais estamos comprando um produto “X” com suas próprias características e devem possuir um regulamento, deixam claro quais são os riscos e seu grau, qual a política de investimentos, possuem um histórico da rentabilidade entre outras informações. É possível verificar o número de registro na CVM, existem um contrato com todas as características.

⚠ O imediatismo e a promessa de ganho rápido e fácil é outra característica. Já falamos aqui Onde investir o meu dinheiro. Os riscos que em investimento para se ter um rendimento maior é preciso investir no longo prazo e há de se ter paciência e disciplina. Rápido e fácil é aposta é especulação.

⚠ Desconfie do vendedor que passa tantas informações que você se sente confuso. Mas se pesquisar a fundos todas essas informações são todas superficiais. Porém para quem não tem muito conhecimento passa a sanção de que está conversando com uma pessoa extremamente competente. Por isso com conhecimento, informação e a Educação Financeira será possível descobrir que estamos na frente de um “charlatão” que sabem falar bem. E só.

⚠ Por isso muitos entram nesse golpe na ingenuidade, sem perceber. Ainda mais hoje em dia com muito conteúdo em redes sociais e os influencers, falamos disso no artigo Cuidado: Investir seguindo apenas opiniões de influencers, vale dar uma olhada.

Veja na nossa série Viés do investimento – Comportamento do Investidor como caímos facilmente nesses golpes. No viés Aversão a Perda ao perceber que há algo errado com medo de deixar de receber os ganhos prometidos, o investidor mantém o dinheiro mesmo com indícios do golpe, já no viés Excesso de Confiança o investidor fica rapidamente convencido pelos argumentos do vendedor e no seu subconsciente e tem firme certeza que nunca cairá em golpe. E o famoso efeito manada. O investidor vê todos os amigos, ou parentes investindo e sem ter conhecimento segue confiando que se todo mundo está investindo deve ser bom.

Dicas para não cair em golpe da pirâmide financeira:

  • – peça todas as informações possíveis, investigue, verifique o registro em órgãos competentes, exija o contrato. Pesquise o mercado de capitais constantemente, se Eduque Financeiramente. Faça isso constantemente, leia noticiários, informes e artigos. Comece com a nossa série “Onde Investir”;
  • – verifique qual é o produto que está sendo oferecido. Normalmente quando alguém te apresenta um negócio especial, oportunidade que não pode perder, em que o foco é o ganho e não o produto desconfie;
  • – não existe lucro rápido, alto e com retorno garantido. Quanto maior o lucro, maiores serão os riscos. Decore: rentabilidade e risco andam juntas – menor rentabilidade menor risco e vice-versa; Veja na série “Onde Investir – O tempo”.
  • – desconfie de investimento com condição de apresentar novos investidores em troca de algum retorno ou ganho;
  • – investigue os donos, os dados da empresa. Busque informações na ANBIMA ou CVM;
  • – verifique quem está te oferecendo o produto. Segundo a CVM apenas pessoas credenciadas e instituições podem vender produtos financeiros. Devem estar cadastradas na CVM, veja também a ANBIMA.
  • – cuidado com ofertas de cursos na área. Para vender cursos não há necessidade de registro. Uma vez fisgada a vítima para o curso, vender o “negócio” é um pulo;
  • – pregunte, pergunte. Quando se sentir envergonhado por perguntar pode acontecer que seja por consequência do comportamento do vendedor que te passa a sensação de que ele está questionando a sua inteligência para que você não questione. Não caia nessa.
  • – tente explicar para alguém o que te oferecerem. Se não conseguir é porque você não entendeu.
  • – pense, repense, leve alguns dias para decidir. Se disserem que não há tempo, desconfie. É na pressa que cometemos erros.

Assine nossa newsletter

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Fontes

CVM – Penso logo invisto

Portal do Investidor

Site visitados

Jurídico Martins

Valor Investe

Veja outros Cuidados na hora de investir

CUIDADO: Investindo como se fosse um gamer!

Cuidado: Investir seguindo apenas opiniões de influencers

CUIDADO: Mesada para crianças investirem na bolsa.

CUIDADO: Pirâmides Financeiras caem

Cuidado: Investir também vicia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s