CUIDADO: Mesada para crianças investirem na bolsa.

Ensinar Educação Financeira não é só bem vindo como faz parte da Base Curricular Nacional. Porém deixar ela investir na bolsa de valores para aprender e incentivar o hábito de investir requer certos cuidados.

Sim, devemos ensinar a criançada logo cedo a investir, quando o dinheiro recebido foi ganho honestamente. Também devemos criar neles o hábito de reservar uma parte de seus ganhos para a realização de sonhos, reservas de emergência, aposentadoria e construção de um patrimônio.

Pais investindo na bolsa para construir uma reserva para os filhos é um movimento que podemos comparar à antiga caderneta de poupança aberta em nome dos filhos. Atualmente existem 10.000 investidores com menos de 15 anos na B3.

Esse planejamento em nome dos filhos está correto. E envolver os filhos nisto é importante. A Educação Financeira deve ser ensinada desde pequeno e isto inclui investir.

Porém existem certos cuidados a serem tomados quando eles assumem o protagonismo desses investimentos, ou seja, quando são eles que decidem.

Investir na bolsa de valores requer um aprendizado específico. No site do Investidor – da CVM existe material para crianças e jovens aprenderem a investir. Têm até HQ para os menores. Afinal Bolsa de Valores não é um cassino nem um bicho de 7 cabeças. Porém requer conhecimento.

O importante é entender que para investir com renda variável é necessário ter disciplina, vontade de aprender e paciência. Muita Educação Financeira e conhecimento do Mercado de Capitais principalmente dos seus riscos.

O que é interessante ao comprar ações é a facilidade de ver como o dinheiro aplicado rende. Quando associamos que as ações compradas representam uma fração pequena de uma empresa – uma forma bem simples de explicar o conceito – cada parcela vai ganhar uma parte do seu lucro, se houver. Um exemplo: ao comprar ações de uma fabricante de sorvetes, a criança vai ganhar uma pequena fração do lucro na venda de todos os sorvetes deste fabricante. Agora se ela não tiver lucro nessas vendas, não haverá renda, e as ações perdem valor.

🚦A questão começa a ligar um alerta quando o investidor mirim:

valoriza de mais os ganhos monetários. O dinheiro passa a ser o item mais importante da sua vida. Tudo gira em torno deste dinheiro acumulado. O materialismo passar a ser mais significante do que relacionamentos, experiências, vivências, propósitos de vida. Se instaura o vazio;

não sabe distinguir desejo x necessidade; Se rende ao consumismo porque não tem objetivos a longo prazo; Qual o destino de investimento, está se aplicando dinheiro para fazer o que com ele? Provavelmente comprar o último celular lançado, comprar um game que está bombando e assim sucessivamente;

aprende que renda só serve para satisfazer o prazer; Quando assumimos o controle de nossas vidas, junto vêm uma série de responsabilidades e obrigações. Em outras palavras, contas para pagar. E aí entra o grande fator equilíbrio. Não há mais como investir todo o ganho. Quanto vai ter disponível para investir – se é que vai ter. Qual o montante das minhas obrigações? Será que a criança está preparada para tomar esse tipo de decisão? Ela separou uma parte para reserva de emergência.

Por isso ensine aos seus filhos, sobrinhos, netos, afiliados e toda criança ou jovem que antes de mais nada temos que:

– ter um propósito de vida. Traçar objetivos de curto, médio e longo prazo. As nossas vidas não giram somente em torno do dinheiro. E nem somente para ficar rico. Enriquecer é a consequência. Para ajudar a traçar as metas use a ferramenta Smart, veja o ebook Vamos Falar de 2021;

– saber que a vida nos prega peças e devemos estar preparado por isso é necessário construir uma reserva financeira. Veja o que a covid está fazendo. Veja em como investir na reserva financeira neste post: Onde Investir o meu dinheiro – A divisão;

– entender que existem necessidades e desejos e devemos ter dinheiro suficiente para arcar com nossas necessidades e os desejos devem ser planejados. Veja em você compra desejo ou necessidade?

– compreender que a vida não é só prazer, e as responsabilidades têm custo (ou ela vai viver eternamente às custas dos outros). Por isso ao dar uma mesada, ou separar um “X” para investir, debite uma parcela deste valor para pagar determinados gastos dela, assim ela percebe que nem sempre podemos aplicar 100% dos nossos ganhos, ou já transfira algumas responsabilidades de pagamento de determinados gastos dela e desta maneira ela aprende a fazer escolhas, manter, reduzir ou aumentar. Ela tem que aprender a fazer escolhas relacionadas a gastos. Temos até um Orçamento para jovens. Vale ensinar a usar já.

Tome cuidado para que ele não confunda o ato de investir em game, veja CUIDADO: Investindo como se fosse um gamer! e que ele siga orientações de pessoas e instituição confiáveis, veja o último artigo desta série: Cuidado: Investir seguindo apenas opiniões de influencers

Enfim, investir não só em renda variável, mas de um modo geral tem que vir acompanhada de boa base de Educação Financeira – com estes pilares

Conscientizar a importância e benefícios deste aprendizado;

Aprender os conceitos – Planejamento financeiro, planos e planejamento de previdência privada, gerenciamento de riscos, ferramentas financeiras familiares.

Destino – definir. Pensar no futuro, aonde se quer chegar e o que é preciso fazer para isso. Estabelecer sonhos, traçar objetivos e definir metas;

Estilo – compreender qual é o meu estilo e estabelecer qual quero para mim. Saber que é preciso criar ou mudar determinados hábitos.

Meu Tesouro – com base em tudo isso estabelecer a melhor estratégia de investimento para alcançar as metas e conquistar os sonhos, mas com a reserva de emergência estabelecida e um bom planejamento de aposentadoria posto em prática;

Sustentável – ser tornar um consumidor Consciente que sabe o que quer, e consome aquilo que é importante para ele, que respeite a sociedade, a economia e o meio ambiente.

Fique de olho nos outros cuidados, assinando a nossa newsletter e vendo os outros artigos.

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Veja outros cuidados ao lidar com investimento

CUIDADO: Investindo como se fosse um gamer!

Cuidado: Investir seguindo apenas opiniões de influencers

CUIDADO: Mesada para crianças investirem na bolsa.

CUIDADO: Pirâmides Financeiras caem

Cuidado: Investir também vicia

Fontes:

CVM

Estadão

Site:

Inter

Isto É Dinheiro

W1 Consutloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s