Existe retorno alto com risco pequeno? Destrinchando Investimentos III

Existe retorno alto com risco pequeno? Destrinchando Investimentos III

A combinação entre risco, retorno e garantia em investimentos é o que dita o tipo de aplicação. Entender esta dinâmica vai facilitar na escolha da melhor aplicação de acordo com seus objetivos

  1. A correlação entre risco, retorno e garantia
  2. O papel da importância no risco e garantia
  3. Diversificar sempre
  4. Quer usar este tema na sala de aula?

A correlação entre risco, retorno e garantia


Não adianta, se quisermos retorno alto temos que aceitar correr riscos igualmente maiores.

Assim por outro lado se quisermos mais garantia do retorno (ao até de preservar o valor investido), ou seja, correr menos riscos, teremos que aceitar um retorno menor.

Portanto: “Quanto maior o risco, maior o retorno ESPERADO, mas não garantido.

Por retorno entende-se lucro.

Risco entende-se como a probabilidade de ocorrência de perda, prejuízo do dinheiro aplicado.

Por maior garantia entende-se como a maior certeza de ter o lucro conforme o esperado e maior proteção contra prejuízos e/riscos.

Veja aqui, que explicamos: Onde Investir o meu dinheiro? Os riscos.

Onde investir o meu dinheiro: Os riscos

Quanto maior o retorno (lucro), maior o risco (de não ter lucro e até perder o dinheiro investido) e menor será a garantia deste retorno.

Quem não se deixa encantar com oferta de lucro alto, rápido? Enriquecer de forma fácil e logo?

Sim, é possível, porém o risco anda na mesma velocidade e altura do provável lucro. Ou seja, maior a expectativa de lucro mais arriscado a aplicação será.

Existem certos investimentos que não há como ter garantias do lucro, e nem qual o valor deste lucro. São as aplicações de renda variável.


Então porque investir em algo que não se sabe se vai haver lucro?

Pelo simples fato de que elas possuem uma expectativa que gerem bons lucros.

Por exemplo, citamos no artigo anterior, imóveis. Há várias variantes que podem fazer o valor subir ou descer. Se der certo, o lucro poderá ser maior do que se tivesse aplicado em renda fixa.

O mesmo podemos dizer das obras de arte, ações de empresas, mercado de câmbio, trader e criptomoedas, todas são rendas variáveis.

Em aplicações com essas características, se não tivessem a expectativa de gerarem um lucro maior, ninguém gostaria de comprometer o seu dinheiro aplicando nelas.

Por exemplo:

Se alguém lhe oferecer R$ 100,00 para atravessar um rio tranquilo, sem profundidade, você toparia?

Sim!

E se esse rio tivesse uma correnteza forte e fosse profundo, você atravessaria por esses mesmos R$ 100,00?

Provavelmente não.

E se for por R$ 1 milhão? Toparia? Você começa a pensar, estudar, aprender a nadar, a se preparar e quem sabe arriscar. Vale a pena?

É o mesmo princípio.

Creio que ninguém gostaria de arriscar o seu dinheiro para ganhar tanto ou menos do que aplicar em Renda Fixa.

É por isso que você deve desconfiar de oferta de investimentos com ganho alto, rápido e com esse lucro alto garantido.

Isso não existe. É golpe, veja esta matéria: CUIDADO: Pirâmides Financeiras caem

CUIDADO: Pirâmides Financeiras caem

A expectativa de ganhar mais, em comparação a outras aplicações, que nos fazem ser mais ousados e correr riscos.


O papel da importância no risco e garantia

Agora, você que sabe a importância que esse valor tem para você.

Quanto maior for a importância do valor investido maior terá que ser a sua garantia. Para não correr perigo de perder um “bem” precioso.

Ao contrário, se tiver um valor que se perder não fará tanta falta, pode-se arriscar mais, para ganhar mais.

Isso se chama Utilidade Marginal. Veja aqui como funciona Onde investir o meu dinheiro? A Utilidade Marginal

Onde Investir o meu dinheiro: A utilidade marginal

Diversificar sempre

Mas um porto seguro devemos sempre ter.

Como porto seguro entende-se aquele investimento onde a probabilidade de prejuízo é mínima. Ganha-se menos, mas se tem certeza que amanhã este dinheiro estará lá e acompanhará o mais próximo possível do índice da inflação.

Desta forma arrisque somente com aquele valor que não é assim tão valioso para você. E que a expectativa de uso seja lá para frente (para dar tempo de recuperar o que eventualmente se perdeu ao longo do tempo)

Isso se chama diversificação.

Veja nessa sequencia de material, que tem até tabela para te ajudar:

Onde investir o meu dinheiro? A Utilidade Marginal

Onde Investir o meu dinheiro? A diversidade

Onde Investir o meu dinheiro? A divisão

Veja aqui a sequência sobre Destrinchando Investimentos:

Falsos investimentos existem?

Imóvel é ou não um investimento?


Quer usar este tema na sala de aula?

Então acesse, tem slides, tem sugestão de debate.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s