Ensinar Educação Financeira é também falar sobre sonhos, necessidade, autoconhecimento, empreendedorismo, consumo consciente e consumismo.

“Ensinar Educação Financeira é também falar sobre sonhos, desejos e necessidades, autoconhecimento, doar, empreendedorismo, consumo consciente e consumismo.”

Chris West

Educação Financeira entende-se por aprender a tomar as melhores decisões financeiras sabendo das suas consequências e que estejam de acordo com suas prioridades e objetivos de forma consciente para propiciar uma vida melhor. É conhecer os produtos financeiros, é saber investir, saber gastar e entender os conceitos financeiros.

Segundo a OCDE (2005), educação financeira é “o processo mediante o qual os indivíduos e as sociedades melhoram a sua compreensão em relação aos conceitos e produtos financeiros, de maneira que, com informação, formação e orientação, possam desenvolver os valores e as competências necessários para se tornarem mais conscientes das oportunidades e riscos neles envolvidos e, então, poderem fazer escolhas bem informadas, saber onde procurar ajuda e adotar outras ações que melhorem o seu bem-estar. Assim, podem contribuir de modo mais consistente para a formação de indivíduos e sociedades responsáveis, comprometidos com o futuro”.


Sonhos

São os nossos sonhos que nos movem, é por eles que vamos investir e tomar as decisões, é por eles que passa o nosso bem-estar. Por outro lado é a EF que vai ajudar a concretiza-los.

Falamos deles aqui: Como sonhar? – Ensinando e Aprendendo a Educação Financeira

Como sonhar – Ensinando e Aprendendo Educação Financeira

Desejos e necessidades – e o consumismo

Hoje vivemos na era do consumismo, somos bombardeados por todos os lados para comprar, gastar e com isso transformamos muitos desejos em necessidades de tal forma que não há dinheiro suficiente para satisfazer todos esses desejos – que não têm fim. Resultado: muito endividamento.

Aqui falamos sobre consumismo e consumo consciente: Precisamos falar sobre consumo. Ensinando e Aprendendo EF

Precisamos falar sobre consumo. Ensinando e Aprendendo EF

Por isso entender a diferença entre necessidade e desejo é crucial. Assim como falar sobre o consumismo é evitar o endividamento, materialismo, é trabalhar propósito de vida.


Autoconhecimento

Controlar as emoções muitas vezes não passa pelo currículo escolar. Mas passa pelo nosso bolso. É muito comum usar as compras como válvula de escape e o comércio usa exatamente essas emoções para manter o consumismo em alta. Daí a necessidade de através do autoconhecimento conseguir neutralizar as emoções, evitar o consumismo e manter o controle financeiro.

Aqui damos uma pincelada:

Doar

Falar sobre dinheiro não é somente para guardar e investir nos nossos sonhos, também é aprender a doar, contribuir, ajudar ao próximo para a construção de uma sociedade melhor.


Empreendedorismo

Em tempos de pouco emprego com carteira assinada, ou como alternativa de obter uma maior renda, o empreendedorismo virou um conhecimento fundamental que junto com educação financeira se potencializa. Um não se aprende sem o outro. Não há como empreender sem conhecimento em EF.


Consumo consciente x consumismo

Incorporar o consumo consciente como antítese ao consumismo é de vital importância tanto para a saúde financeira (ter uma vida financeira sustentável) como para a construção da cidadania, da sociedade, da governança e do meio ambiente.

Viu, EF não é só matemática. Passa por Língua Portuguesa, Geografia, História, Filosofia, Sociologia, Ciências…..

Veja algumas atividades que você pode usar – baixe pelo link abaixo da imagem:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s